O Que É Bug?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Celso Kitamura
em 31 de agosto de 2021

Entre para o Grupo VIP e fique sabendo antes das novidades

Junte-se à nossa comunidade de App Devs que estão transformando o mundo

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

O Que É Bug?

O uso do termo bug já é tão comum no dia a dia que ele foi “aportuguesado” assim mesmo.

 

Nesse artigo eu vou te mostrar o que é bug e como este termo surgiu no desenvolvimento de software.

 

Vamos conversar sobre o termo bug, uma palavra que vem do inglês e quer dizer inseto.

 

O Que É Bug?

 

O termo bug é tão comum aqui no Brasil que já é muito utilizado desta forma mesmo, no idioma original.

 

Até virou adjetivo: “Ih, o sistema tá bugado.”.

 

A palavra bug vem do inglês e significa inseto.

 

Mas em informática bug é sinônimo de erro, falha, defeito no software.

 

Um Pouco De História

 

Diz a lenda que o termo foi criado por Thomas Edson quando um inseto causou um problema de leitura no seu fonógrafo em 1878.

 

Mas a história mais conhecida é a de Grace Hopper, analista de sistemas da Marinha dos Estados Unidos.

 

Ela publicou em 1947 o motivo de um defeito no computador Harvard Mark II: um inseto preso nos contatos de um relê.

 

Mark II era um computador da Universidade de Harvard que utilizava relês eletromagnéticos ao invés de relês eletromecânicos utilizados em seu antecessor, Mark I.

 

Mark II pesava 23 toneladas e não armazenava programas. Ele lia suas instruções uma de cada vez de uma fita e a executava.

 

Outra história muito divulgada é a do ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Computer), o primeiro computador digital eletrônico do mundo (1946), mil vezes mais rápida que qualquer outro computador da época. Até então os computadores eram mecânicos-analógicos.

 

O ENIAC era movido a válvulas e por este motivo atraia muitos insetos. Porém estas válvulas queimavam aos montes a cada hora e era necessário abri-lo para fazer a substituição das peças.

 

E a cada vez que ele era aberto, montes de insetos mortos eram literalmente varridos para fora, pois o computador ocupava o tamanho de uma sala (aproximadamente 25 metros de comprimento por 5,50 m de altura e um peso de 30 toneladas).

 

Estes insetos provocavam curtos-circuitos nas placas do ENIAC, provocando falhas nos programas.

 

Voltando Ao Assunto

 

Mas afinal de contas, o que é bug?

 

Atualmente o termo bug é utilizado para se referir a defeitos de software (diferente de sua origem, que foram defeitos de hardware).

 

Estes defeitos podem causar comportamentos inesperados, como um resultado errado ou um comportamento indesejado.

 

Um exemplo comum é a tela azul do Windows, conhecida como Tela Azul Da Morte (Blue Screen Of Death ou simplesmente BSOD).

 

Geralmente eles são causados por erros no próprio código fonte, mas também podem ser causados por fluxos não previstos, como uma sequência de botões e telas acessadas pelo usuário.

 

No caso de uma skill Alexa, devemos tratar fluxos não previstos no FallbackIntent, que é uma intent padrão de uma skill.

 

Quando o usuário fizer uma solicitação e não houver nenhuma intent para direcionar o fluxo, o processamento será tratado pelo FallbackIntent.

 

Outro exemplo seria o seguinte: Imagine que você construa um aplicativo com uma tela de consulta a dados corporativos, que está em uma base de dados dentro da empresa e estão disponíveis através de um web service.

 

O usuário entra nesta tela e está sem conexão com a internet. Se você não fizer algum tratamento prevendo esta situação (a impossibilidade de se chegar ao web service), um bug ocorrerá e provavelmente o software travará ou será fechado automaticamente pelo sistema operacional.

 

Palavras Finais

 

Vimos hoje o que é bug.

 

Apesar de uma palavra bastante usada em nosso país, muita gente não sabe de onde ela surgiu.

 

Inclusive atualmente este termo é bastante utilizado para outros fins, em nada relacionado com desenvolvimento de software.

 

Meu e-book Como Aprender a Programar do Absoluto Zero está GRATUITO por tempo limitado!

Olha o link: 👉🏼 https://celsokitamura.com.br/como-aprender-a-programar

Bora aprender a programar!

 

Compartilhe agora mesmo:

Comece pelo e-book GRATUITO (Por Tempo Limitado)

Crie Sua Primeira Skill Alexa

Se você não sabe por onde começar, este e-book te mostra o passo a passo para criar sua primeira skill Alexa.

QUERO CRIAR SKILLS PARA ALEXA!
100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Entre para o Grupo VIP e fique sabendo antes das novidades

Junte-se à nossa comunidade de App Devs que estão transformando o mundo

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro