StringBuilder – Como Utilizar – C#

Tempo de leitura: 5 min

Escrito por Celso Kitamura
em 9 de maio de 2019

Entre para o Grupo VIP e fique sabendo antes das novidades

Junte-se à nossa comunidade de App Devs que estão transformando o mundo

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

StringBuilder – Como Utilizar – C#

Já vimos que o objeto string é imutável, ou seja, não sofre alteração.

 

Mas vira e mexe precisamos fazer repetidas operações com uma string e isso pode se tornar oneroso. Afinal, quando alteramos uma string, uma nova alocação de memória é feita.

 

Para estas situações podemos utilizar outra classe, a StringBuilder. Ela não cria outro objeto em memoria toda vez que é alterada e tem um melhor desempenho nestas ocasiões.

 

 

Criando Uma StringBuilder

 

A classe StringBuilder pode ser encontrada no namespace System.Text.

 

Você pode usar o tipo qualificado completo

 

namespace UtilizandoStringBuilder

 {
     public static class Program
     {
         static void Main()
         {
             System.Text.StringBuilder temp = new System.Text.StringBuilder();
         }
     }
 }

 

ou importar o namespace System.Text, assim:

 

using System.Text;

namespace UtilizandoStringBuilder
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder();
        }
    }
}

 

Além de usar o construtor, você pode instanciar e inicializar uma stringbuilder ao mesmo tempo utilizando uma sobrecarga do construtor:

 

StringBuilder tmpStringBuilder = new StringBuilder("Frase Exemplo");

 

 

Capacidade e Comprimento

 

Você pode especificar um valor para o número máximo de caracteres que uma StringBuilder pode conter. Este número é a capacidade do objeto.

 

OBS: Não confunda com o tamanho do seu conteúdo… Este valor é o número máximo de caracteres que você pode colocar dentro da StringBuilder. Para saber a quantidade de texto dentro dele, utilize a propriedade Length.

 

Criando uma instância de StringBuilder com a frase “Frase Exemplo” e especificar uma capacidade de 50 caracteres:

 

StringBuilder tmpStringBuilder = new StringBuilder("Frase Exemplo", 50);

 

Uma outra maneira de você fazer a mesma coisa é utilizar a propriedade Capacity:

 

StringBuilder tmpStringBuilder = new StringBuilder("Frase Exemplo");
tmpStringBuilder.Capacity = 50;

 

Neste exemplo, enquanto o conteúdo da StringBuilder for menor que 50 não haverá realocação de espaço na memória.

 

 

Modificando O Conteúdo De Uma StringBuilder

 

Append – Acrescentando

 

O método Append inclui informações no final da StringBuilder:

 

using System;
using System.Text;

namespace ExemploAppend
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder("Isto é um exemplo.");
            temp.Append("Isto é outro exemplo.");
            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

AppendFormat – Acrescentando Formatado

 

O AppendFormat inclui informações no final da StringBuilder, formatando o texto da mesma forma que o String.Format():

 

using System;
using System.Text;

namespace ExemploAppendFormat
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder("Isto é um exemplo.");
            temp.AppendFormat(" Hoje é {0:dd/MM/yyyy}", DateTime.Now);
            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

Insert – Incluindo

 

Inclui informação na StringBuilder. Você deve especificar a posição onde esta inclusão deve ser feita.

 

using System;
using System.Text;

namespace ExemploInsert
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder("Isto é um exemplo.");
            temp.Insert(4, " Texto a incluir");
            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

Remove – Removendo

 

Remove parte da informação de uma StringBuidler. Você deve especificar a posição e quantas posições devem ser removidas.

 

using System;
using System.Text;

namespace ExemploRemove
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder("Isto é um exemplo.");
            temp.Remove(4, 2);
            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

Replace – Substituindo

 

Substitui parte da informação dentro da StringBuilder por outra. Você deve especificar qual texto deve ser substituído e qual texto deve ser colocado no lugar.

 

O exemplo abaixo substitui o caractere “m” por um espaço em branco.

 

using System;
using System.Text;

namespace ExemploReplace
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder("Isto é um exemplo.");
            temp.Replace("m", " ");
            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

Convertendo Uma StringBuilder Em Uma String

 

Para utilizar o conteúdo do StringBuilder em um método que recebe uma string como parâmetro – para exibir na tela, por exemplo, devemos antes converte-lo em uma String através do método ToString da StringBuilder.

 

Veja um exemplo abaixo:

 

using System.Text;

namespace ConvertendoStringBuilder
{
    public static class Program
    {
        static void Main()
        {
            StringBuilder temp = new StringBuilder();
            temp.Append(“Isto é um exemplo.”);

            Console.WriteLine(temp.ToString());
        }
    }
}

 

 

Palavras Finais

 

Quando manipulamos muito texto em nossos programas podemos ter problemas de performance por conta de uma particularidade do objeto String.

 

A String é “recriada” toda vez que há alguma alteração em seu conteúdo.

 

Desta forma, podemos utilizar o objeto StringBuilder ao invés da String. Ao contrário da StringBuilder, que é realocada somente quando o conteúdo dela ultrapassa a sua capacidade máxima. O objeto StringBuilder foi criado justamente para ser utilizado nestes casos e oferece uma melhora no desempenho significativa.

 

Porém antes de utilizarmos qualquer método que recebe uma String como parâmetro, devemos converte-lo em String através do método ToString().

 

Mas como saber quando utilizar String ou StringBuilder?

 

Isso será assunto para outro post!

 

E para receber um aviso quando os próximos artigos forem publicados, se cadastre na Grupo VIP App Dev!

Compartilhe agora mesmo:

Comece pelo e-book GRATUITO (Por Tempo Limitado)

5 Passos Para Desenvolver Alexa Skills

Se você não sabe por onde começar, este e-book te mostra os passos para ser um desenvolvedor de skills de sucesso.

QUERO CRIAR SKILLS PARA ALEXA!
100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Entre para o Grupo VIP e fique sabendo antes das novidades

Junte-se à nossa comunidade de App Devs que estão transformando o mundo

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro