Uber – Aplicativos de sucesso

Até certo tempo atrás, não era comum ouvirmos falar sobre o Uber. A empresa, nos dias de hoje, vem revolucionando o mercado de táxis por sua forma de compartilhamento e facilidade com a qual trabalha.

 

Porém, você sabe de onde surgiu a ideia para a criação desse tipo de aplicativo que oferece transporte? Pode parecer estranho, mas antes a empresa tinha como principal objetivo oferecer aos seus clientes transporte em carros de luxo.

 

Uma breve história da companhia

 

A idéia para a criação partiu de uma tarde de muita neve em Paris, quando dois americanos precisavam de um táxi urgentemente e não conseguiam pegar um.

 

Então, a partir da dificuldade, acabaram por pensar em uma solução: com apenas um botão, poderia ser possível conseguir um carro com motorista particular para levá-los aonde queriam.

 

Em 2009, Garret Camp e Travis Kalanick, que já eram amigos, resolveram justamente colocar em prática a idéia que tivera anteriormente: um serviço de táxi de luxo, sendo que no mesmo lançaram oficialmente o aplicativo para os sistemas Android e iOS.

 

Os dois amigos tinham acabado de ganhar muito dinheiro, pois haviam vendido suas respectivas ideias para outras empresas, tendo, assim, valor suficiente para investir em uma nova ideia.

Geralmente, as corridas costumavam custar cinco vezes mais do que um táxi comum, justamente por ser mais rápido e por contar com carros de luxo, bem como pelo fato de seus clientes serem, em sua maioria, empresários.

 

Após diversos investimentos iniciais, a empresa criou em 2012 a UberX, serviço que oferecia corridas mais baratas para qualquer pessoa que necessitasse, sendo que qualquer proprietário de veículo poderia virar seu motorista.

 

A partir desse conceito, por meio de um aplicativo baixado diretamente nas lojas dos sistemas, é possível contratar um serviço de táxi, só que, depois de reformulada, com preço mais em conta do que um táxi comum, justamente por não possuir a bandeirada inicial.

 

Como funciona o Uber

 

A empresa seleciona seus melhores motoristas, que não são seus empregados, mas que devem pagar a ela 20% do total da corrida realizada. Os carros são de propriedade total dos motoristas.

 

A partir da localização do cliente, por meio de GPS, o motorista consegue buscá-lo, sendo que o aplicativo informa a quem contata o serviço uma foto do motorista, de seu carro e também a quanto tempo de distância ele está localizado. Também é possível informar aproximadamente o valor da corrida.

 

O crescimento da empresa

 

Em menos de cinco anos de sua existência, a empresa já atua em 56 países e mais de 300 cidades, sendo que no Brasil, por enquanto, está presente apenas em quatro delas, e levantou um total de 5,9 bilhões de dólares de seus investidores de risco.

 

O Uber é avaliado em aproximadamente 41 bilhões de dólares, sendo que diariamente, um bilhão de pessoas dependem deste serviço para se locomoverem.

 

Essa e muitas outras startups começaram de ideias simples que se deram por meio de problemas do dia a dia, e a partir dessa boa ideia, estudos e mais estudos para atingir seu objetivo, bem como contar com a sorte de investidores.

 

E se cadastre na lista VIP do Celso para ser avisado quando os próximos artigos da série forem publicados.

 

Veja também outros artigos da série Aplicativos de Sucesso:

Instagram

Periscope

Waze

WhatsApp

Snapchat

Tinder

Comece pelo e-book GRATUITO

5 Passos Para Desenvolver Alexa Skills

Se você não sabe por onde começar, este e-book te mostra os passos para ser um desenvolvedor de skills de sucesso.
100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!