C# – Linguagens De Programação Que Fazem A História

Conforme as tecnologias se desenvolvem, novos desenvolvedores começam a surgir, novas capacidades aparecem, e todos os programas e aparelhos que nós conhecemos e utilizamos se reinventam constantemente. C# apareceu como uma linguagem com o propósito de acompanhar essas mudanças.

 

Na atualidade, a portabilidade é uma palavra que está em alta. Isso porque o usuário de novas tecnologias hoje busca por tudo interligado. Afinal, ninguém quer ter de baixar, configurar e utilizar um aplicativo diferente para cada aparelho, não é mesmo.

 

Assim, a Microsoft apresentou uma iniciativa conhecida como .Net framework, que nada mais é do que uma plataforma que visa unir Linux, Mac e Windows, fazendo com que qualquer código desenvolvido nessa plataforma consiga ser executado em qualquer dispositivo que tenha o framework instalado.

 

Isso é possível porque a framework é um conjunto de bibliotecas (coleções de subprogramas) unificados. Ou seja, o código escrito em C#, feito para acompanhar essa tecnologia, executa funções dentro dessa biblioteca, e, dessa maneira, independe do sistema operacional.

 

As vantagens de C# e .Net Framework

 

Desenvolvida em julho de 2000 pela Microsoft, mais especificamente por uma equipe chefiada por Anders, arquiteto de grandes nomes da programação, como Turbo Pascal e Delphi, a C# vem ganhando popularidade exponencialmente por sua portabilidade.

 

Por ser utilizada como linguagem comum na .Net framework, como mencionamos anteriormente, a linguagem se mostra dinâmica e segura.

 

Mas essa não é a única das vantagens de programar em C#. A linguagem, já fundamentada para ser completamente orientada a objetos, é modernizada constantemente, com sua última atualização datada de 2017, e vem sendo cada vez mais utilizada para desenvolvimento de aplicativos.

 

C# trabalha com características únicas que visam simplificar seu código, como a tipagem forte e a classe base do sistema ser system.object. Isso implica que absolutamente todo código escrito em C# será orientado a objeto com base em eventos.  O nome desse sistema é Common Type System, ou sistema de tipo de dados unificado.

 

Isso simplifica visualmente a programação, diminui erros, facilita a visualização e a integração de novas execuções.

 

Além disso, a linguagem tem seu próprio gerenciador de memória, o que impede consumo muito alto desse recurso, e aponta pontos no código que podem ser descartados.

 

Influências

 

Em termos de sintaxe, C# é similar a outras linguagens da “família” C, como C++ e Java. Como essas linguagens estão em alta, não é difícil se adaptar a C# tendo conhecimento básico desses programas. Além disso, a linguagem oferece certa portabilidade a esses códigos.

 

Com o objetivo de se apresentar como uma linguagem simples e unificada, a C# vem sendo cada vez mais utilizada por desenvolvedores independentes, e até mesmo por grandes companhias. Outra das vantagens é que seus compiladores são open-source, ou seja, possibilitam que qualquer um tenha acesso à biblioteca para uso como desenvolvedor.

 

A licença aberta permite que qualquer um que se aventure a conhecer a linguagem consiga desenvolver softwares utilizando o compilado de bibliotecas de C#, o tornando especialmente apelativo na atualidade.

 

E para receber um aviso quando os próximos artigos forem publicados, se cadastre no Grupo VIP App Dev!

 

Comece pelo e-book GRATUITO

5 Passos Para Ser Um App Dev

Se você não sabe por onde começar, este e-book te mostra os passos para ser um desenvolvedor de aplicativos de sucesso.
100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!